quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Feliz 2010!

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Desejo a todos que acompanham o meu blog um Maravilhoso 2010, cheio de muita PAZ e Esperança.

Obs: E para 2010 teremos novidades sobre o Elvis Presley, afinal ele estará fazendo 75 anos e como o mundo irá comemorar esta data tão importante, vc saberá tudo aqui...aguarde e confie!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Curiosidades

CURIOSIDADES E FATOS SOBRE ELVIS
II PARTE

  • Charlie Hodge, o membro mais conhecido da "Máfia de Memphis", fazia parte da banda como vocal e era seu ajudante no palco. Era Charlie que entregava a Elvis o violão, lhe dava água e colocava os lenços em seu pescoço.
  • "Máfia de Memphis" era o nome dado a um grupo de amigos inseparáveis de Elvis, eles serviam de segurança para o cantor onde quer que ele fosseinclusive em sua mansão.
  • O famoso Coronel Parker (empresário de Elvis), nunca teve na verdade uma patente militar, e seu nome de batismo era Thomas Andrew Parker.
  • Burbank é o nome da cidade onde foi gravado especial da NBC 68' Comeback Special.
  • Indianapolis foi a cidade em que Elvis fez seu último show.
  • Pontiac foi a cidade que deu o maior público na carreira de Elvis num único show, alcançando aproximadamente 60.500 pessoas.
  • O único país que se apresentou fora dos Estados Unidos foi o Canadá, em 1957.
  • Fort Hood, no Texas foi a cidade onde iniciou o Serviço Militar.
  • Foi antes do início das filmagens de "Loving You" que Elvis fez o exame médico para o serviço militar, onde passou com a classificação máxima.
  • No filme "Charro", Elvis aparece usando barba o tempo todo.
  • Embora o filme "O Seresteiro de Acapulco" seja todo ambientado nessa cidade mexicana, Elvis nunca esteve no México.
  • Linda Thompson, uma de suas namoradas, era Miss Tennessee quando conheceu Elvis.
  • Em 1956, elvis se apresentou sem sucesso no Hotel Cassino Frontier em Las Vegas.
  • Nos anos 70, Elvis fez 641 shows ao vivo em Las vegas.
  • Sua última turnê foi composta de 10 shows.
  • Elvis fez 4 apresentações no Madison Square Garden em Nova York no ano de 1972, com um público total estimado em 80.000 pessoas.
  • Lisa Marie, além da filha, era o nome de um dos aviões de Elvis.
  • O ator Kurt Russel quando criança trabalhou em um filme de Elvis, anos depois (já adulto) interpretou o próprio cantor no cinema, no filme biográfico "Elvis ­ The Movie" de 1978.
  • Elvis não teve menos que 149 canções a aparecerem no "Billboard's Hot 100 Pop" (a lista das 100 melhores músicas pops da revista Billboard's) nos Estados Unidos. Dessas canções, 114 estavam situadas acima do quarenta, 40 acima do dez e 18 chegaram ao primeiro lugar. Ele teve também mais de 90 discos listados, sendo que 9 alcançaram o primeiro lugar. Essa mostragem refere-se exclusivamente a lista Pop, e somente nos Estados Unidos. Ele também liderou várias listas, entre elas: Country, R&B, Gospel, e sua lista de sucessos em outros países é substancial.
  • Em 1994, após anos de especulações em torno da "causa mortis" de Elvis, foi dada ao Médico, Dr. Joseph Davis, chefe do Centro Médico de Dade County, Flórida, a incubência de tirar a limpo todas as dúvidas sobre o falecimento do Rei. Depois de examinar laudos médicos, depoimentos, posição em que se encontrava o corpo, e a análise do legista (cuja a afirmação era que nenhum tipo de droga ilegal fora encontrada, assim como seus pulmões estavam "completamente limpos"). O Doutor Joseph Davis foi categórico em afirmar que Elvis teve um enfarto fulminante. Possivelmente agravado pelo tipo de alimentação, desgastes e "stress" devido a enorme quantidade de shows e o uso exagerado de remédios.
  • O doutor George C. Nichopoulos, o "Doutor Nick", era o médico que receitava montes e montes de remédios para Elvis Presley. A sua licença para atuar profissionalmente está cassada há um bom tempo. Em Setembro de 2000, ele entrou com um pedido de restauração na associação médica do estado do Tennessee. A junta que analisou o caso deu um "não", alegando que é "para o bem-estar do cidadão do Tennessee".
  • Em 1992, o Serviço Postal americano anunciou que a imagem de Elvis seria usada num selo comemorativo. Eles limitaram o trabalho de ilustração à duas fases da vida do cantor: a primeira com Elvis simbolizando o jovem Rock'n'Roll da década de 50 e a segunda homenageia o "superstar" da música em 1973, no show "Aloha from Hawaii". Num acontecimento sem precedentes, o USPS (U.S. Postal Service) deixou a decisão por conta da população e distribuiu cédulas de votação por todo o país. Mais de 1.2 milhões de votos foram contados, e o jovem roqueiro obteve a maioria dos votos. O selo foi lançado no dia 8 de Janeiro de 1993, com uma extravagante cerimônia de lançamento em Graceland. O selo Elvis teve a maior publicação sobre qualquer outro selo da história, e ficou no topo da lista dos selos comemorativos mais vendidos de todos os tempos. O Serviço Postal imprimiu 500 milhões de selos, três vezes mais do que o normal. Alguns países, que não os Estados Unidos, também lançaram selos comemorativos em homenagem a Elvis durante esses anos.
  • Hoje em dia, há mais de 625 fã clubes "conhecidos" em pleno funcionamento por todo o mundo. A popularidade de Elvis nos dias de hoje é muito grande, e seu legado continua cativando novo público. Metade dos visitantes de Graceland tem menos de 35 anos.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

I Want !!!!!!!!

Boné

Miniaturas de Guitarras de Elvis Presley - Love me Tender

Isso eu juro q eu queria ...ops!

Cadilac Rosa

Camisa - Elvis Presley
Relógio de Parede !

Box DVD Collection = Tudo de Bom !

Vitral em Miniatura


Cadilac Eldorado de 1965, bem a nossa Cara!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Elvis e Eu - VIII Parte

...Fui andando até o podio,trêmula,olhei para o auditório apinhado.Tudo o que podia ver era o rosto de meu pai,cada vez mais desapontado ao perceber que eu nada tinha para dizer.Quando finalmente falei,foi para pedir desculpa.
-Senhoras e senhores,sinto muito-balbuciei.-Não estou preparada para fazer um discurso,já que não esperava vencer.Mas muito obrigada a todos por terem votado em mim.Farei o melhor possível.
Uma pausa e acrescentei,olhando para meu pai:
-Desculpe,papai.
Fiquei surpresa quando a audiência graciosamente aplaudiu,mas ainda tinha de enfrentar o meu pai e ouvi-lo dizer "Eu não falei?"
Ser eleita Rainha da Escola foi uma vitória entre doce e amarga,porque a intimidade que Pan e eu outrora partilhávamos acabou.De qualquer forma,a coroa simbolizava um sentimento desconhecido e maravilhoso:a aceitação.
Minha tranqüilidade recém-encontrada terminou abruptamente quando meu pai anunciou que estava sendo trasferido para Wiesbaden,na Alemanha Ocidental.
Fiquei desesperada.A Alemanha era no outro lado do mundo.Todos os meus medos voltaram.Meu primeiro pensamento foi: O que vou fazer com meus amigos?Falei com mamãe,que se mostrou compreensiva,mas lembrou que estávamos na Força Aérea e a mudança era uma parte inevitável de nossas vidas.
Concluí a primeira parte do curso secundário,Jeff nasceu e nos despedimos dos vizinhos e amigos.Todos prometeram escrever ou telefonar,mas eu sabia que isso dificilmente aconteceria,pois recordava promessas similares anteriores.Minha amiga Angela me disse,em tom de brincadeira,que Elvis Presley estava fazendo o serviço militar em Bad Neuheim,Alemanha Ocidental.
-Já pensou nisso? Você estará no mesmo país que Elvis Presley.
Examinamos um mapa e descobrimos que Bad Neuheim ficava perto de Wiesbaden.E comentei:
-Vou até lá para conhecer Elvis.
Nós rimos,nos abraçamos e despedimos.O vôo de quinze horas para a Alemanha Ocidental pareceu interminável,mas finalmente chegamos à linda e antiga cidade de Wiesbaden,sede da Força Aérea dos Estados Unidos na Europa.Fomos nos hospedar no Hotel Helene,um prédio enorme e venerável na rua principal.Depois de três meses,a vida no hotel estava muito cara e começamos a procurar uma casa para alugar.
Tivemos sorte de encontrar um apartamento grande num prédio clássico,construído muito antes da Primeira Gurra Mundial.Mudamos logo depois e notamos que todos os outros apartamentos estavam alugados para moças solteiras.As "Fräuleins" andavam durante o dia todo em roupões e negligês e à noite se vestiam a capricho.Assim que aprendemos um pouco de alemão,compreendemos que,embora a pesão fosse bastante discreta,estávamos vivendo num bordel.
Era impossível mudar,pois havia uma escassez de moradias.Mas o local em nada contribuiu para meu ajustamento.Não apenas estava isolada das outras famílias americanas,mas também havia a barreira da língua.Já estava acostumada a mudar de escola com freqüência,mas um país estrangeiro apresentava problemas inteiramente novos-e o principal era o fato de não ter ninguém com quem pudesse partilhar meus pensamentos.Comecei a sentir que minha vida parara por completo.Setembro chegou e as aulas começaram.Mais uma vez eu era a garota nova.Não era mais popular e segura como me sentira na Del.
Havia um lugar chamado Eagles Club,onde as famílias dos militares americanos costumavam fazer refeições e se encontrar socialmente.Dava para ir a pé da pensão e logo se tornou uma descoberta importante para mim.Todos os dias,depois das aulas,eu ia à lanchonete que havia ali,ficava escutando a vitrola automática e escrevia cartas para minhas amigas em Austin,dizendo como sentia saudade de todo mundo....continua

sábado, 12 de dezembro de 2009

Curiosidades

CURIOSIDADES E FATOS SOBRE ELVIS:
  • Elvis nasceu em East Tupelo, no dia 8 de Janeiro de 1935.
  • Seus pais, Vernon Elvis Presley (1916-1979) e Gladys Love Smith (1912-1958) se casaram em Junho de 1933.
  • Elvis morreu no dia 16 de agosto de 1977, aos 42 anos de idade e foi sepultado no cemitério Forest Hills, porém três dias após sua morte tentaram roubar o seu corpo. Após esse episódio, Vernon conseguiu consentimento do governador e transferiu os restos mortais de Elvis e de sua mãe Gladys para os jardins de Graceland em outubro de 1977.
  • Elvis era muito religioso, aprendeu a gostar de música na Igreja Batista, gravou inúmeras canções e vários discos Gospel.
  • Talvez por causa da sua religiosidade, Natal era a festa preferida de Elvis.
  • A Mansão Graceland é localizada no estado do Tennessee, na cidade Memphis, no subúrbio do bairro de Whitehaven. Seu endereço oficial é: 3764 Elvis Presley Boulevard, Memphis, Tennessee, 38116.
  • Aos oito anos de idade, Elvis tirou o segundo lugar num concurso de talentos na feirinha do colégio.
  • Aos 10 anos, ele comprou seu primeiro violão, com ajuda de seus pais.
  • Seu tio Vester Presley foi quem ensinou Elvis a tocar violão.
  • Minnie Mae Presley, a avó paterna, também morava em Graceland.
  • Um dos maiores ídolos de Elvis foi o tenor Mario Lanza.
  • Na música popular, um de seus cantores favoritos era Tom Jones, seu amigo.
  • "Cleveland Browns", time de futebol americano que o Rei torcia.
  • Seus atores favoritos eram Marlon Brando, James Dean e Richard Widmark, a atriz era Kim Novak e o ator de comédias era Peter Selles.
  • O filme que mais gostava era "Patton ­ Rebelde ou Herói".
  • A pasta dental preferida era a Colgate.
  • Peixe nunca fez parte do cardápio de Elvis.
  • O refrigerante favorito de Elvis era Pepsi-Cola.
  • O sanduiche preferido era o de Banana com creme de amendoím. (eca!!!)
  • Elvis adorava cantar "Can't Help Falling in Love" para Lisa Marie dormir .
  • Segundo pessoas próximas ao rei, a última música cantada e tocada horas antes de sua morte foi "Unchained Melody".
  • "Almost in Love" de Luís Bonfá, foi a única música composta por um brasileiro que Elvis gravou, em 1969.
  • O primeiro disco (ainda amador) foi "My Happiness", gravado pela Sun Records em 1953.
  • O segundo disco "That's All Right" também foi gravado pela Sun Records em 1954.
  • "Love Me Tender" (1956) primeiro filme de Elvis, foi o primeiro também a ser exibido na televisão dos Estados Unidos em 1963.

E não para por aí, tem continuação, afinal tem tanta coisa que a gente precisa saber sobre um Rei.

Bjs

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

I Want !!!!!!!!




Material de Colecionador, já tenho uma xicara linda que ganhei de presente de minha irma, mais ganhar coisas que te lembrem Elvis Presley nunca é demais não acha?Ainda mais quando se é fã.
Amei todas, EU QUERO !!!

Comprimidos de Elvis e objetos de Marilyn são expostos



As caixas de comprimidos receitados a Elvis um dia antes de sua morte e o guarda-chuva com o qual Marilyn Monroe posou em 1949 são alguns dos objetos destes dois artistas expostos no Planet Hollywood de Nova York. EFE

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Tributo ao Rei


Marcos Elvis, um dos melhores covers do Elvis Presley, conhecido mundialmente.Gostariamos de convidar a todos que curtem o Rei do Rock para conferir o show totalmente aberto ao publico que acontecerá na cidade de São Paulo, no dia 05 de Dezembro, este será um tributo imperdível para qualquer Fã e admirador de sua obra !
Faça já a sua reserva , últimos lugares disponíveis!

Para mais informações:
www.marcoselvis.com

sábado, 28 de novembro de 2009

O ENCONTRO DE ELVIS E MARYLIN MONROE!!



Era 1960, Marilyn Monroe ,vivia um casamento turbulento com o dramaturgo Arthur Miller...


e tinha um affair com o ator e cantor Yves Montand...que foi co-estrela de "Let's Make Love", então produzido pela Fox.

Elvis estava previsto para começar as filmagens de Flaming Star em agosto e, dois meses antes, ele estava no estúdio para conhecer seu guarda-roupa.

Elvis estava com sua comitiva em seu camarim, quando um dos rapazes começou a incitar a ele:

- Cara, você tem que conhecer Marilyn Monroe! , disse ele. Elvis, você tem que perguntar por Marilyn!

Elvis, muito mais tímido do que suas atitudes no palco, balançou a cabeça.

Não, ele disse, ela não vai falar comigo.

Outro rapaz falou:

- Elvis, você é uma estrela! Você tem que pegar o touro pelos chifres! É Marilyn Monroe! Você tem que ser forte!

Elvis, no entanto, não estava acostumado a trabalhar duro para ter as mulheres.

Sua fama já era tal que ele não precisava fazer força para ter as mulheres que quisesse, as levava para jantares e tinha sexo garantido para a noite toda. Todas as noites ele levava garotas para festas em sua suíte no Beverly Wilshire Hotel.


Não existia a probabilidade de rejeição para Elvis.

Membros da sua comitiva poderiam ser culpados se uma infeliz gravidez surgisse.

Isso poderia ter acontecido algumas vezes. O Coronel Parker tinha uma ordem:

"- Quando alguma menina ir ao quarto de Elvis, eu quero ter certeza de que vocês estarão em volta!" disse ele.

Dessa forma, se algum problema surgisse, eles desmentiriam.

Qualquer garota que viesse para cima de Elvis, mesmo uma atriz famosa como Monroe, teria que estar junto com os outros caras também.

Finalmente, os caras deram um jeito de descobrir onde Marylin estaria gravando.

Elvis, Gene Smith, Cliff Cleaves e Byron Raphael encontraram Monroe, vestida com um roupão de banho e olhando distraídamente, com o cabelo todo torto, de repente ela estava em sua frente saindo do palco 23.

Elvis se aproximou dela na sua forma habitual auto-depreciativo, com uma voz suave com sotaque sulista:

"- Olá, meu nome é Elvis Presley. Como vai Sra. Monroe? "

Marylin sorriu de uma maneira como se dissese "gostei de voçê", mas seu rosto mudou quando viu seus companheiros.

Smith, o mais patético caipira que nunca tinha ido à Hollywood , ficou mudo , Cleaves sempre envergonhado, suou tanto que sua pele ficou tão oleosa que deixava marcas onde encostasse.

Elvis começou sua forma indireta a convidá-la para vir a sua festa.

"- Eu não posso." disse ela. Estou com uma dor de cabeça por causa de algum tipo de alergia.", e rapidamente puxou um frasco de pílulas de sua bolsa.

Foi uma das raras vezes que Elvis foi recusado.

Mas Elvis não desisitiu.

Como um ajudante de estúdio, Elvis ofereceu um copo de água para Marylin, procurou o médico Dr. Hyman Engelberg, e conferiu o que o tal médico havia prescrito à ela.

Duas semanas depois, secretamente, Elvis e Marylin marcaram um encontro


Elvis chamou Byron Raphael e disse:

"- Eu quero que você apanhe Marilyn."

Era uma noite chuvosa e ele a levou ao Hotel Beverly Wilshire e subiram para o quarto no andar de cima. "

Quando eles se viram, sem dizer uma palavra, começaram a se beijar.

Byron ficou em choque e não sabia o que fazer.

Então, Marilyn, que era dez anos mais velha que Elvis , disse:

"- Você é muito bom guitarrista. "

Depois de dois minutos, Byron não sabia se era para sair ou ficar ou esperar por eles.

Estava assustado olhando pela abertura da porta e se escondeu atrás do balcão.

Segundo Byron, ambos estavam completamente nus.


Ele não disse uma palavra, ficou em silêncio.

Após algum tempo, Elvis chamou um táxi e a mandou para casa.

Poucos dias depois, Elvis se referiu a Marilyn, ao ser perguntado sobre ela:

"- Ela é uma garota legal, mas um pouco alta para mim. "

Eles foram duas das pessoas mais famosas do mundo. Marilyn ainda era casada com Arthur Miller, quando se encontrou com Elvis.

Esta história foi contada por Byron Raphael, que manteve este segredo nos últimos 50 anos.

Fonte: www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=40915853


terça-feira, 24 de novembro de 2009

Elvis e Eu - VII Parte

Sentindo-me traída,fui correndo para telefonar para minha mãe,que se encontrava numa festa nas proxiomidades.Poucos minutos depois estava chorando,enquanto ela me acalmava e explicava que eu tinha seis meses de idade quando meu verdadeiro pai,Tenente James Wagner,um lindo piloto da marinha,morrera num acidente de avião,ao voltar para casa em licença.Dois anos e meio depois ela casara com Paul Beaulieu,que me adotara e sempre me amara como se eu fosse sua própria filha.
Mamãe sugeriu que eu não revelasse a descoberta a meus irmãos.Achava que poderia ser um risco para a intimidade da família,mas o fato é que,quando se tornou conhecido,não teve qualquer efeito sobre os nossos sentimentos.Ela me deu um medalhão de ouro que ganhara de presente de meu pai.Eu adorava esse medalhão e usei-o por muitos anos,fantasiando que meu pai morrera como um grande herói.Em momentos de angústia emocional e solidão,ele se tornara meu anjo da guarda.
Ao final do ano,eu fora indicada para concorrer ao título de Rainha da Escola.
Foi minha primeira experiência de política e competição, particularmente difícil porque eu disputava contra Pam Rutherford,minha melhor amiga.Cada uma tinha um gerente de campanha,que nos apresentava,de casa em casa.Meu gerente tentava persuadir cada pessoa a votar em mim e doar cinco cents ou mais por voto para um fundo da escola.Eu tinha certeza de que a competição poria em risco minha amizade com Pam,que para mim era mais importante do que vencer.Pensei em largar tudo,mas conclui que não poderia decepcionar meus pais ou meus partidários.Enquanto mamãe procurava um vestido para eu usar na coroação,papai insistia para que eu decorasse o discurso de aceitação do título.
Era o último dia da votação e começou a circular o rumor de que os avós de pam haviam dado uma nota de cem dólares para a compra de votos.Meus pais ficaram desapontados:não havia possibilidade de entrarem com tanto dinheiro e não o fariam mesmo que pudessem,por uma questão de princípio.
Na noite que anunciaram a vencedora eu vestia uma roupa nova,azul-turquesa,de tule,sem alças,que coçava tanto que me sentia anciosa em tira-la.Sentei ao lado de Pan no palanque do enorme auditório da escola.Podia ver que meus pais exibiam expressões felizes e confiantes,mas tinha certeza de que eles acabariam desolados.A diretora avançou para o pódio.
-E agora...-Ela fez uma pausa,a fim de aumentar o suspense.-chegou o momento pelo qual todos esperavam...a culminação de um mês de campanha por nossas duas lindas concorrentes,Priscilla Beaulieu...-Todos os olhos se viraram em minha direção.Eu corei e olhei para Pan.-...e Pam Rutherford.
Nossos olhos se encontraram por um momento breve e tenso.
-A nova Rainha da Escola Secundária Del Valley é ...-Um ressoar de tambores.-...Priscilla Beaulieu!
A audiência pôs-se a aplaudir freneticamente.Eu estava em choque.Chamada ao palco para fazer meu discurso,fiquei desesperada,porque não tinha nenhum preparado.Tinha certeza de que ia perder,não me dera ao trabalho de escrever alguma coisa....continua

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Elvis Presley - Documentos


Elvis treinando sua assinatura.


Contrato de Elvis com J.D. Summer e Stamps!


Elvis realmenterespeitava e gostava de seus fãs. Esta carta de Elvis para o Coronel, enquanto Elvis ainda estava no Exército, mostra o quanto Elvis se preocupa com seus fãs.

Elvis e Coronel Parker enviaram esta carta ao ex- Presidente da MGM , Robert H. O'Brien, para comemorar os dez anos de parceria com a MGM.


Elvis pagou US $ 2250 para uma festa de Ano Novo em 21 de dezembro de 1968 no Thunderbird Lounge ,na Adams Street, em Memphis. Esta foi sua segunda consecutiva festa de Ano Novo no clube. Cantores incluídos Short Cuts, Vaneese Starks, Flash e do Conselho de Administração, Billy Lee Riley e BJ Thomas estavam presentes.

Estes e outros documentos assinados, cartas, rabiscos, letras de musicas são arquivos que já tinham sidos proibidos a publicação em sites, mais hoje já podemos expor aqui para os fãs acompanharem um pouco de sua intimidade.

Bjs Elvisticos !

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

A saga de um Fã de Elvis Presley

O que um Fã deve fazer para estar perto de seu idolo?
Vamos acompanhar aqui a Saga de um fã Philippe DeDeckere para encontrar Elvis...e
e assistir a este show! . . .




"Primeiro de tudo, vou fazer uma pequena apresentação. Eu vivo na Bélgica e, claro, eu sou um grande fã de Elvis.

Em 1974 eu estava fazendo pós-graduação em psicologia, aqui em Bruxelas e queria fazer algo mais, por isso decidi fazer 1 ano de estudo em psicologia nos Estados Unidos.

Eu escolhi ir para Omaha Nebraska na Universidade Creighton.

Em março 1975 eu estava de férias entre 27 (quinta-feira) e 31 de março (na segunda), um final de semana e soube que Elvis estaria em las Vegas.

Começei a pensar sobre as possibilidades de ir para Las Vegas, mas eu percebia que eu estava muito longe e que eu não teria muito tempo e nem muito dinheiro para fazer o caminho, porque terça-feira eu tinha que voltar à universidade para as aulas .

Olhei o preço do avião para ir lá, mas eu não podia pagar. Então eu consultei o horário do ônibus , mas ainda era muito dinheiro para mim e também não teria tempo suficiente para fazer a viagem.

Então eu pensei que só havia um caminho a percorrer: carona.

Mas percebí também que com um carro também era difícil porque 1700 milhas de Omaha para Las Vegas é um caminho muito longo.

Resolví apostar na sorte e como sempre tenho sorte na minha vida, eu pensei que eu poderia fazer isso.

Começei a pensar na despesa da viagem e no bilhete de entrada para o show.

Eu tinha apenas 10 dólares no bolso e na minha conta bancária o suficiente para minhas despesas pessoais até a chegada do próximo depósito dos meus pais.

Lembrei que o gerente do banco uma vez me adiantou um pagamento sem problemas.

Telefonei para ele e pedi 40 dólares de adiantamento em minha conta.

Ele me perguntou por que queria aquele valor e quando eu disse a ele que gostaria de ir para Las Vegas para ver Elvis, ele diz que eu poderia ir ao banco para pegar o dinheiro.

Como havia uma meia hora de caminhada para chegar lá e o tempo era curto eu lhe pedi para colocar o dinheiro na minha conta. Ele fez.

Olhei no mapa e fiz o meu itinerário.

Estava tudo pronto para a aventura. Meus amigos me diziam que eu era louco , que eu não conseguiria. Mas eu estava decidido.

Começei a estudar o trajeto.

Era primavera mas ainda havia neve e a estrada pelo caminho mais curto foi novamente bloqueada por bancos de neve. Por conseguinte, era completamente impossível que eu pudesse chegar.

O jeito era ir para o oeste de Salt Lake City e, em seguida, para baixo em direção ao sul até Las Vegas.

John, companheiro de classe, me deu a idéia de ir diretamente para o sul até Okhlahoma City e, em seguida, para o oeste até Las Vegas. Nesta maneira eu não iria encontrar nenhuma estrada bloqueada com bancos de neve. Jonh me falava do problema q seria a viagem.

Era um percurso mais longe, mas era a única forma possível de chegar.

Ali eu percebi que ele não estava brincando e eu o ouvia. Eu fiz um novo itinerário.

Foi neste momento às 16h45 que eu estava pronto para a grande partida.

Meus amigos me convenceram a jantar primeiro e depois propuseram me levar de carro até à entrada da auto-estrada.

Comi o máximo que pude e quando acabei derrepente uma sirene começou a funcionar.

Às 20h30 o meu amigo me propôs me levar no dia seguinte de manhã à entrada da auto-estrada, mas eu disse que queria sair imediatamente.

Às 21h eu estava na entrada da auto-estrada e eu comecei a fazer o sinal de carona.
No começo, eu esperava bem pacientemente, mas às 23h eu ainda estava lá e comecei a ter muito frio.

Eu até pensei em voltar para a universidade, mas eu queria ir até o fim.

À meia-noite um carro parou e me deu carona por 2 km até uma bifurcação.

Já era 4h da manhã chovendo e eu ainda na bifurcação.

Estava realmente cansado de esperar. Para me proteger da chuva coloquei na cabeça 2 sacos de lixo e deitei no chão.

Finalmente um caminhão parou e me levou até a seguinte cidade, Kansas City.

A sorte me sorriu neste momento, eu não queria esperar mais tanto tempo para pegar outra carona.

Sexta-feira à noite eu estava exausto e o motorista instalou dentro do caminhão uma cama de ar e eu adormeci.
Na manhã do dia seguinte o motorista me acordou e avisou-me que havia trocado de itinerário e faria outro caminho.

Eu não estava muito longe de Las Vegas. Eu continuei a pedir carona e ao meio-dia cheguei à grande cidade de dos Cassinos.

Estava 25 graus centígrados. Eu estava quente porque estava vestido com roupas quentes desde a minha partida de Omaha no tempo frio.

Eu fui para o hotel Hilton, onde Elvis estava. Fui directamente para o banco do hotel para pegar o dinheiro e comprar o bilhete de entrada.

Lá eu tive alguns pequenos problemas para retirar o dinheiro, porque eu não tinha o cartão do banco e como era sábado o meu banco estava fechado.

Eu estava no guichê para comprar o meu lugar. O ingresso custava 23 dólares e eu estava com medo porque eu tinha previsto chegar no domingo e voltar na quarta-feira e eu tinha reservado um lugar por telefone para o domingo e não para o sábado.

Elvis fez 2 shows por dia: o show das 21h, onde também serviram uma refeição e à meia-noite, onde serviram apenas algumas bebidas.

Eu tinha escolhido o show da meia-noite porque, frequentemente, Elvis fazia um show um pouco maior já que não haveria um espetáculo seguinte.

Agora que eu tinha o meu lugar, tinha que aguardar a abertura das portas que seria a às 20h para o show com jantar e às 23h para o show da meia-noite.

Enquanto aguardava comí um espaguete porque era o prato mais barato que serviam.

O Hotel possuia varios tipos de jogos caça-níqueis que se podia imaginar. tentei a sorte mas não ganhei nada.

Eu só tinha de esperar pela abertura das portas.

Às 15h eu estava de pé diante da porta de entrada e começei a longa espera.

Eu era a primeira pessoa da fila. Em Vegas muitas das pessoas são atraídas pelo jogo, então elas aproveitavam para ver Elvis, não que necessariamente fossem grandes fâs

Eu estava sempre sozinho na frente desta porta, mas isso não importava, porque eu queria ser o primeiro a entrar. Cerca das 17h as pessoas começaram a chegar.

Estava bastante nervoso, porque sei que ele iria chegar a qualquer momento. As primeiras notas de See See Ridder começaram, mas ele ainda não estava lá.

De repente, ele surge no palco como um animal na jaula atirando-se sobre sua presa, ele mergulhou em seu microfone e começou as primeiras palavras da canção.

Grandes aplausos do público. Foi divino. Eu estava sem fôlego. Ele continuou com I Got A Woman Amen tinha o hábito de terminar a música imitando um avião.

Veio em seguida, Love Me, Big Boss Man, Love Me Tender. Elvis estava muito quieto e ao contrário so show de agosto de 74. Ele parecia muito sereno e realmente em grande forma dominava suas músicas muito bem.

Ele também cantou o Wonder Of You e How Great Thou Art, minha música gospel favorita , especialmente quando ele levantva a voz para cantá-la.

Eu estava realmente muito perto do palco e eu era mesmo capaz de inclinar-me sobre ele. Eu vi Elvis cerca de 4 metros de mim.

Eu tinha uma excelente vista de todos: Elvis, os músicos e os coros. O grupo de voz masculina, o grupo feminino o Sweet Inspirations , JD Sumner e os Stamps e a solista Kathy Westmoreland.

Atrás de mim, à altura do fim das cortinas, eu havia notado um guarda-costas e eu achei que seria difícil pular para o palco.

Logo que eu me movesse em direção ao palco, ele iria notar e me impediria.
Então Elvis cantou Can't Help Falling In Love e eu ví que já era o fim do espetáculo porque ele sempre terminava seus shows com essa música e eu estava resignado que seria impossível de saltar sobre o palco.

Eu já tinha colocado de volta o meu casaco, quando de repente as cortinas começaram a se mover ,a música terminou e a cortina estava se fechando.

Em um segundo eu me atirei no palco e o guarda-costa me agarrou sem brutalidades.

Elvis evidentemente viu e vendo eles me segurarem ele disse:
"- OK, o deixe ficar!"

Aproximei-me então do Rei e devo dizer que meu coração estava batendo a 1000 na boca.

Elvis levou-me um lenço. E sob os aplausos do público com o meu troféu.

Eu estava , literalmente, no céu. Eu mantive a minha echarpe como um troféu.

Eu esperei sentado em minha cadeira, porque estava completamente atordoado e não queria sair dalí. Eu vi o rei de muito perto.

Todo mundo saiu da sala e o palco estava vazio. Elvis tinha deixado e os músicos o seguiram.

Próximo do palco tinha uma grade (fechada evidentemente) e vi o coronel Parker e o Joe Esposito, perguntei a ele (Joe) se eu poderia vê-lo apenas 2 minutos, expliquei que eu era belga e que eu vinha de Omaha de carona. Ele me respondeu que iria ver. Então ele voltou para me dizer que estava tudo bem, mas seria rápido.

Eu estava realmente em um sonho. Eu o cumprimentei.

Evidentemente, lhe disse que ele tinha feito um show soberbo e perguntei quando ele faria um tour na Europa.

Ele me respondeu que estava nos projetos e que ele gostaria de ir.

Tudo aconteceu muito rapidamente e então eu tive que abandoná-lo. Eu não me segurava mais, estava completamente atordoado.

Foi a melhor noite da minha vida.

Eu descansei em seguida em uma poltrona da sala, porque eu estava realmente exausto. Adormeci.

Era necessário pensar sobre o retorno, eu realmente não queria, mas não podia ficar mais lá também. Rodei em círculo para fixar bem a imagem do local que naquele momento era mágico.

Decidi sair porque já era a manhã de domingo. Eu refiz a carona no sentido contrário.

Próximo do meio-dia eu estava parado em um McDonald comendo um hambúrger rapidamente. Tive muita sorte pq peguei um caminhão que cruzaria de oeste para leste e ele me levou até Okhlahoma.

Foi uma longa viagem com o mesmo caminhão. Demorou mais de tempo porque o motorista do caminhão parava durante todo o tempo para descansar, mas foi uma tranquilidade para mim, e eu tb podia descansar também.

Chegando em Okhlahoma City, eu continei a pedir carona para Kansas City, tive sorte de novo. O clima foi esfriando e a neve chegando.

Cheguei de volta em Omaha pouco antes de 18h. Estava atrasado para chegar na universidade, então pedi ao motorista do caminhão para me levar até lá. Chegando lá corri para o restaurante.

Evidentemente, logo que eu cheguei lá todo mundo queria saber como tinha sido tudo e eu respondi que primeiro ia jantar pq desde a quinta-feira quando partí não fazia uma refeição completa exceto um esparguete muito pequeno no Hilton ao meio-dia de sábado e um hambúrguer no Macdonald's ao meio-dia de domingo.

Contei todos os detalhes, a viagem, o espetáculo, o salto no palco e a reunião com o rei , sempre mantendo o meu troféu no meu pescoço. Ele não assinou a echarpe mas estive com ele e isso já bastava.

Um estudante de jornalismo da universidade quis colocar a minha odisséia no jornal da universidade.

O artigo atraiu alguns jornalistas do jornal Omaha World Herald (da região) e vieram me entrevistar.

Domingo, depois do lançamento da matéria , recebi um telefonema da rádio de Omaha, que me entrevistou, por telefone.

Esta foi a minha história. E foi a melhor da minha vida. Nunca me arrependerei de ter tentado esta maratona.


Eu teria passado por tudo outra vez !

Off

Oi Bom Dia !

A todos que acompanham ao meu Blog, aos que comentam e aos quem só leem e não comentam, foi adicionada uma ferramenta no corpo no blog para que todos que acessem ao conteudo possa traduzi-lo em vários idiomas, assim ficando mais fácil a leitura do texto escrito.
Isso vai facilitar para vocês que acompanham diariamente o meu Blog a saber um pouco mais da Intimidade de Elvis Presley e melhor, sem muita dificuldade.

Obrigada a todos que aqui comentam e aos que não comentam, apenas visitam, também.

Bjs Elvisticos !

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Nova Coletânia - Elvis 75 - Good Rockin' Tonight

Elvis ganhará nova coletânea em dezembro/2009.

Uma nova coletânea com os maiores sucessos de Elvis será lançada em 8 de dezembro de 2009, um mês antes da data em que o cantor completaria 75 anos, informou o site especializado em música NME.

Com cem músicas reunidas, a caixa irá se chamar "Elvis 75: Good Rockin' Tonight".

A coletânea irá reunir grande parte das canções preferidas pelos fãs do cantor mas também terá músicas como "My Happiness", que Elvis pagou US$ 4 para gravar em julho de 1953, um ano antes de assinar contrato com a gravadora Sun Records.

A caixa ainda terá um livro de 80 páginas como fotos raras do artista e um texto assinado pelo jornalista Billy Altman.

Uma edição somente com o álbum da coletânea chegará às lojas no dia 5 de janeiro, de acordo com o NME.

Tracklisting: Elvis 75 - Good Rockin' Tonight


Disc 1

01 My Happiness
02 That's All Right
03 Blue Moon Of Kentucky
04 Good Rockin' Tonight
05 Baby Let's Play House
06 Mystery Train
07 I Forgot To Remember To Forget
08 I Got A Woman
09 Heartbreak Hotel
10 I Was The One
11 Blue Suede Shoes
12 My Baby Left Me
13 One-Sided Love Affair
14 I'm Gonna Sit Right Down And Cry (Over You)
15 Lawdy, Miss Clawdy
16 I Want You, I Need You, I Love You
17 Hound Dog
18 Don't Be Cruel
19 Love Me Tender
20 Love Me
21 Paralyzed
22 Too Much
23 All Shook Up
24 Mean Woman Blues
25 (There'll Be) Peace In The Valley (For Me)
26 (Let Me Be Your) Teddy Bear
27 One Night
28 Jailhouse Rock
29 Treat Me Nice
30 Blue Christmas
31 Don't

Disc 2

01 Hard Headed Woman
02 Trouble
03 King Creole
04 Wear My Ring Around Your Neck
05 I Need Your Love Tonight
06 A Big Hunk O' Love
07 (Now And Then There's) A Fool Such As I
08 Stuck On You
09 A Mess Of Blues
10 It's Now Or Never
11 Thrill Of Your Love
12 Such A Night
13 Are You Lonesome Tonight?
14 Reconsider Baby
15 Doin' The Best I Can
16 Pocketful Of Rainbows
17 Surrender
18 Crying In The Chapel
19 I Feel So Bad
20 There's Always Me
21 Judy
22 Can't Help Falling In Love
23 (Marie's The Name) His Latest Flame
24 Little Sister
25 Good Luck Charm
26 Suspicion
27 She's Not You
28 Return To Sender

Disc 3

01 Bossa Nova Baby
02 (You're The) Devil In Disguise
03 (It's A) Long Lonely Highway
04 I Need Somebody To Lean On
05 Viva Las Vegas
06 It Hurts Me
07 This Is My Heaven
08 Adam And Evil
09 How Great Thou Art
10 Tomorrow Is A Long Time
11 Guitar Man
12 Big Boss Man
13 Too Much Monkey Business
14 U.S. Male
15 If I Can Dream
16 Memories
17 Don't Cry Daddy
18 In The Ghetto
19 Suspicious Minds
20 Stranger In My Own Home Town
21 Kentucky Rain
22 Only The Strong Survive

Disc 4

01 Polk Salad Annie
02 The Fool
03 Funny How Time Slips Away
04 I Washed My Hands In Muddy Water
05 I Just Can't Help Believin'
06 I'm Leavin'
07 An American Trilogy
08 Burning Love
09 Always On My Mind
10 Steamroller Blues
11 Loving Arms
12 Good Time Charlie's Got The Blues
13 Promised Land
14 T-R-O-U-B-L-E
15 For The Heart
16 Hurt
17 Way Down
18 Unchained Melody
19 A Little Less Conversation (JXL Radio Remix Edit)


Obs: Eu quero um desses !!!!!

domingo, 15 de novembro de 2009

Fio de cabelo de Elvis Presley é leiloado por mais de mil libras


Londres, 14 novembro de 2009.Um fio de cabelo de Elvis Presley recolhido nos Estados Unidos por seu cabeleireiro particular foi leiloado hoje por 1.055 libras (US$ 1.762) no Reino Unido.

A casa de leilões Henry Aldbridge and Son, localizada no condado de Wiltshire, arrecadou muito mais do que o esperado ao conseguir vender o fio de cabelo bem acima do preço estimado de entre 150 e 250 libras (entre US$ 250 e US$ 417).

O fio foi emoldurado junto a uma fotografia do "rei do rock" e possui um certificado de autenticidade.

Segundo os leiloeiros, o fio de cabelo foi adquirido inicialmente em setembro de 2002 das mãos de Thomas Morgan, que trabalhava no escritório do xerife do condado de Shelby, nos Estados Unidos, e conheceu Elvis pessoalmente.

Morgan recebeu o fio de cabelo de Homer Gill Gilleland, barbeiro de Elvis por 20 anos.

Gilleland costumava acompanhar o cantor em suas excursões e se encarregava de tingir e cortar seu cabelo.

Aparentemente, o cabeleireiro conservou uma grande quantidade de fios de cabelo de Elvis em uma bolsa de plástico até a morte do artista, em 1977.

Após o falecimento, Gilleland começou a vender os fios em uma loja de lembranças próxima à mansão de Graceland, em Memphis (EUA), onde Elvis morou.

domingo, 18 de outubro de 2009

Homenagens




No mundo todo as pessoas prestam homenagem ao Rei do Rock and Roll, Elvis Presley, sempre presente em nossos corações.

sábado, 17 de outubro de 2009

Elvis e seu lado Espiritual



O que você pensa quando alguém menciona Elvis Presley? A música, as roupas e as suas oscilações durante a sua carreira cedo, claro. O que vocês não pensam é o seu lado espiritual.Testemunhada por notas que ele deixou no livro de Mormon. Um filme produzido que mostra um lado totalmente diferente, mostra o outro lado do “Rei”.

Em um estúdio de Orem, onde foi produzido o filme sobre Elvis Presley, mas esse filme não incidiu sobre a sua música. Fãs certamente se lembram do Rei em seus primeiros anos – jovem, vibrante. Antes de sua morte, Elvis Presley lutou contra o Alcool e drogas que é bem documentada em todo o mundo. O que não foi documento mais profundamente foi a sua jornada espiritual.

Rob Diamond, Diretor / Roteirista: "Elvis estava muito interessado na espiritualidade. Para mim ele era um buscador da verdade e do conhecimento, e qualquer informação que poderia fazer dele um homem melhor.

Rob Diamond escreveu e dirigiu "Tears of a King", que explora a parte da vida de Elvis. O filme aborda o periodo em que Elvis estudou os ensinamentos da Igreja SUD.
Os produtores fizeram este filme, depois de examinar Presley Livro de Mórmon, que agora está no departamento histórico da igreja. A Família Osmond, que soube Presley, foi dado o livro após sua morte, e doou para a igreja.

Em várias páginas ao longo do livro, são notas escritas à mão, que se acredita ser escrito por Elvis Presley. Ele sublinhou a palavra “KING”ao longo do livro; e uma pagina , não é esta: "Minha filha Lisa necessidades desta igreja. Ela é nova. Ajude-a favor ..."

Rob Diamond: "Meu sentimento de olhar para as passagens que ele marcou, foram de um homem que estava sofrendo e queria sinceramente a ajuda de seu criador".

As notas manuscritas muitas - embora não autenticado como sendo Presley's - foram a inspiração para o filme.

Rob Diamond: "E assim, espero que, quando as pessoas a pé a partir do filme eles não se importam se ele estudou Mormonismo, judaísmo ou o que quer, que elas são atraídas por um homem que estava à procura da verdade e da paz em sua vida."

Ninguém nunca vai saber, no entanto, se Elvis realmente encontrou.

O filme "Lágrimas de um Rei" foi lançado em 2007, para coincidir com o 30º Aniversário da Morte de Elvis Presley.

Tears of a King

Produced: Rob Diamond
Written by: Rob Diamond
Starring: Matt Lewis, Erin Chambers, Brian Wimmer
Length: 117 minutes

Filme lançado em 2007, que explora o lado espiritual de Elvis Presley, "Tears of a King" que em portugês significa "Lágrimas de um rei", onde o Diretor/Roteirista Rob Diamond, tenta mostra algo nunca divulgado na mídia. Matt Lewis é o ator principal, atuando em um papel nada fácil, afinal imitar Elvis Presley em todos os aspectos torna-se quase uma missão impossivel, Elvis Presley era perfeito ao ponto de ninguém conseguir supera-lo.

"Tears of a King", foi filmado em Orem, em setembro de 2006 e explora o seu lado espiritual e de paz, nunca antes visto.

Poucos têm explorado o homem por trás do mito, a solidão por trás da lenda, e a fome espiritual escondida sob o brilho e o glamour de uma rocha.
Elvis procurava a paz que talvez ele nunca conseguiu ter por causa de sua fama.

Trailer do Filme "Tears of a King"


sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Neto de Elvis Presley

O neto de Elvis Presley, Benjamin Presley, de apenas 17 anos, recebeu uma proposta de 5 milhões de libras - aproximadamente R$ 14 milhões - de uma gravadora para fazer cinco discos. A informação é do jornal britânico "Daily Mail".

O rapaz, que é filho de Lisa Marie Presley, filha de Elvis Presley e ex-mulher de Michael Jackson -, já começou a gravar seu primeiro álbum e diz que seu estilo é bem diferente do avô. "Minha música não tem nada a ver com ele", diz o adolescente, que nasceu 15 anos depois da morte do Rei do Rock.