terça-feira, 24 de novembro de 2009

Elvis e Eu - VII Parte

Sentindo-me traída,fui correndo para telefonar para minha mãe,que se encontrava numa festa nas proxiomidades.Poucos minutos depois estava chorando,enquanto ela me acalmava e explicava que eu tinha seis meses de idade quando meu verdadeiro pai,Tenente James Wagner,um lindo piloto da marinha,morrera num acidente de avião,ao voltar para casa em licença.Dois anos e meio depois ela casara com Paul Beaulieu,que me adotara e sempre me amara como se eu fosse sua própria filha.
Mamãe sugeriu que eu não revelasse a descoberta a meus irmãos.Achava que poderia ser um risco para a intimidade da família,mas o fato é que,quando se tornou conhecido,não teve qualquer efeito sobre os nossos sentimentos.Ela me deu um medalhão de ouro que ganhara de presente de meu pai.Eu adorava esse medalhão e usei-o por muitos anos,fantasiando que meu pai morrera como um grande herói.Em momentos de angústia emocional e solidão,ele se tornara meu anjo da guarda.
Ao final do ano,eu fora indicada para concorrer ao título de Rainha da Escola.
Foi minha primeira experiência de política e competição, particularmente difícil porque eu disputava contra Pam Rutherford,minha melhor amiga.Cada uma tinha um gerente de campanha,que nos apresentava,de casa em casa.Meu gerente tentava persuadir cada pessoa a votar em mim e doar cinco cents ou mais por voto para um fundo da escola.Eu tinha certeza de que a competição poria em risco minha amizade com Pam,que para mim era mais importante do que vencer.Pensei em largar tudo,mas conclui que não poderia decepcionar meus pais ou meus partidários.Enquanto mamãe procurava um vestido para eu usar na coroação,papai insistia para que eu decorasse o discurso de aceitação do título.
Era o último dia da votação e começou a circular o rumor de que os avós de pam haviam dado uma nota de cem dólares para a compra de votos.Meus pais ficaram desapontados:não havia possibilidade de entrarem com tanto dinheiro e não o fariam mesmo que pudessem,por uma questão de princípio.
Na noite que anunciaram a vencedora eu vestia uma roupa nova,azul-turquesa,de tule,sem alças,que coçava tanto que me sentia anciosa em tira-la.Sentei ao lado de Pan no palanque do enorme auditório da escola.Podia ver que meus pais exibiam expressões felizes e confiantes,mas tinha certeza de que eles acabariam desolados.A diretora avançou para o pódio.
-E agora...-Ela fez uma pausa,a fim de aumentar o suspense.-chegou o momento pelo qual todos esperavam...a culminação de um mês de campanha por nossas duas lindas concorrentes,Priscilla Beaulieu...-Todos os olhos se viraram em minha direção.Eu corei e olhei para Pan.-...e Pam Rutherford.
Nossos olhos se encontraram por um momento breve e tenso.
-A nova Rainha da Escola Secundária Del Valley é ...-Um ressoar de tambores.-...Priscilla Beaulieu!
A audiência pôs-se a aplaudir freneticamente.Eu estava em choque.Chamada ao palco para fazer meu discurso,fiquei desesperada,porque não tinha nenhum preparado.Tinha certeza de que ia perder,não me dera ao trabalho de escrever alguma coisa....continua
Postar um comentário