domingo, 6 de março de 2011

Ultimo Diário de Elvis Presley (3)

Um mito de muitos milhões de dólares

A morte de Elvis Presley gerou uma comoção mundial. Seu último álbum "Moody Blue" e o lançamento póstumo de "Elvis On Tour" se tornaram grandes sucessos. Em 1978, Elvis foi indicado ao Grammy de "Melhor Performance Country Masculina" para "Softly As I Leave You" (gravada em 13 de dezembro de 1975).

A revista Forbes noticiou que em 2007 a obra de Elvis Presley rendeu 49 milhões de dólares. Este faturamento vem crescendo a cada ano. Somente nos EUA, há mais de 200 empresas de diferentes setores de atividades, sob licenciamento, trabalhando a marca Elvis. Seus representantes legais assinaram um mega contrato com o Cirque Du Soleil, para um espetáculo fixo em Las Vegas a partir de novembro de 2008, contando a vida de Elvis, a semelhança do que já acontece naquela cidade com os Beatles.

Sua única filha, a cantora e empresária Lisa Marie Presley é uma das administradoras das empresas do pai e recebe mensalmente mais de 5 milhões de dólares em royalities. A neta de Elvis, Daniele Riley Keough também se tornou uma celebridade. Ela é uma modelo famosa agenciada pelas agências Elite em Nova York e Storm em Londres.
Mas, se não tivesse morrido, como Elvis estaria hoje? Nunca saberemos, mas como o próprio Elvis declarou em 1973: "Já realizei cada sonho meu mais de cem vezes"
Postar um comentário